24.6.15

I'M DYING BUT I WILL NOT DIE NOW!


I'm dying but I'll not die now! Most of the people see the end of life with death, I see the end with the end of the dreams. That moment that you lose your way, that moment that you don't know anymore why and for what is your heart beating, what is the purpose of life and where is your ambitions gone? In that same moment all the questions come to your mind : Where is my freedom? My independence? Where am I going or where am I staying?! Where is the fire, the passion? Or... or... the most important, beautiful and painful thing... Love?! Is it all gone?! Gone forever?! Or is still inside of me?! You might say dramatic, tragic or fate. Someone might understand the pain or the relief of externalizing. Others they might simply ignore and carry one. "We born alone we die alone." But in mean time during this crazy journey we evolve we kiss the floor, we fly up up in the sky to land in shit holes. We fall in love, we live projections of our dreams. We explore possibilities, we make it work! We create, build and explore relationships in the most different levels. We learn how to learn how to succeed to fail and we fail to turn up and succeed again. It's ironic and I might say cruel, it's a bless or a curse but most important it is what we want to be! I don't have a solution or a medicine, and maybe some things they will never be the same! The only thing that I know is that I will have my self for all my eternity and the rest is present, past and future. A few moments ago my life was exactly like the first photo on this post. Was me projecting, mimic, and reflecting my dreams and my goals with love in the middle. I had found the true love that everyone looks after. Realistic, powerful, abstract and intense, beautiful and genuine all what we dream for. But now as part of this journey my life is on a phase like the photo below. No projection, no love. Or maybe I can't see that because the reflection of my soul is empty, unprotected and vulnerable. But none of them make me less stronger! I'm a survive and a warrior. The show must go one. The end of something will always mark the begin of something new! I sincerely hope to have the opportunity of in a future finding what I'm losing know. And is with this hope that I will live day after day until that moment on my life where I will be and feel happy again. We are not death but we are dying so lets make the most of it until the next stage of renovation of our selves. Bye, Oli
Eu estou a morrer, mas não vou morrer agora! A maioria das pessoas vê o fim da vida com a morte, eu vejo o fim com o fim dos sonhos. Esse momento em que perdemos o caminho, nesse mesmo momento em que já não sabemos mais por que e para que o nosso coração bate, ou qual é o propósito da vida e onde estão as nossas ambições? Nesse mesmo momento surgem varias perguntas na nossa mente: Onde está a minha liberdade? A minha independência? Para onde vou ou onde devo ficar?! Onde está o fogo, a paixão? Ou ... ou ... a coisa mais importante, bonita e dolorosa ... O amor?! Desaparaceu?! É para sempre?! Ou ainda está dentro de mim?! Pode-se dizer dramatismo, tragédia ou simplesmente se trata do destino. Alguns de vocês vão compreender a dor ou o alívio desta externalização. Outros simplesmente vão se aperceber e ignorar. "Nós nascemos sozinho e sozinhos vamos morrer." Mas durante esta jornada louca, evoluímos, beijamos o chão, voamos bem alto no céu para cair em buracos de 'merda'. Nós nos apaixonamos, vivemos projeções dos nossos sonhos. Exploramos possibilidades, tentamos fazer com que funcione! Nós criamos, construimos, exploramos e distruimos relações nos mais diferentes níveis. E ai aprendemos a aprender como chegar ao sucesso, o fracasso estará sempre presente fazendo parte da aprendizagem. Gerando um ciclo de transformação entre um fracasso velho para um sucesso novo! É irônico e até diria cruel, é uma benção ou uma maldição, mas o mais importante é o que nós queremos que seja! Eu não tenho uma solução ou um remédio, e talvez as coisas nunca mais seram as mesmas! A única coisa que eu sei é que eu vou ter-me a mim mesmo para toda a minha eternidade e o resto é  presente, passado e futuro. Alguns momentos atrás a minha vida era exatamente como a primeira foto neste post. Um projecção, mímica, e reflexos dos meus sonhos e meus objetivos com amor no meio. Encontrei amor verdadeiro, aquele amor que todo mundo procura. Realista, poderoso, abstrato e intenso, belo e verdadeira! Tudo o que nós sonhamos para nós. Mas agora, como parte desta viagem a minha vida está numa fase como a foto abaixo. Sem projeção, não há amor. Ou talvez eu não consigo ver isso, porque o reflexo da minha alma está vazio, desprotegido e vulnerável. Mas nenhum deles me faz menos forte! Eu sou um sobrevivente um guerreiro. O show deve e tem de continuar. O fim é sempre marcado com o começo de algo novo! Eu sinceramente espero ter a oportunidade de, num futuro, encontrar o que eu estou a perder hoje. E é com essa esperança que vou viver dia após dia até que aquele momento  esperado chegue! Em que volte a ser genuinamente feliz. A morte não é o fim, mas todos nós estamos a morrer, então enquanto vivos vamos aproveitar o melhor, fazer o melhor até que a próxima fase de renovação chegue. Bye, Oli

Photos by: Olga Kott
SHARE:

2 comments

  1. Anonymous24/6/15 19:00

    Everyone once in life goes trough something like that! What makes us different to each other is how we deal with it and we make it work to our benefit! Stay strong Oli you have lost to give to this world with all of your worlds <3

    ReplyDelete

Obrigado pela visita e pelas suas palavras!
Thanks for your visit and for your words!

Instagram

© OLI-WORLDS | All rights reserved.
Blogger Template Created by pipdig